Thank You – Alanis Morissete

 

 

Ontem foi um daqueles dias estranhos em que o bom humor aparece no rosto e nada, mas nada mesmo parece ser capaz de se intrometer na alegria que se apresenta. Nem sou uma pessoa que comemore tanto assim os próprios aniversários. Não sou de festas e agitos, sou mais recluso e de certa forma tímido nessas comemorações.

Acontece que ontem foi um dia diferente. Acordei mais cedo, sem despertador e feliz. Acordei sem sono e acesso. Já sorrindo me preparei para o dia que se mostrou especial já em seus primeiros instantes. Raramente faço isso, mas confesso que foi acordar e já ligar o tablete pra ver o que estava escrito no facebook.

E entre mensagens pessoais carinhosas e postagens em aberto no perfil. Li muita coisa que me fez verter a primeira lágrima do dia. De alguma forma eu me senti importante para gente que é importante para mim. De alguma forma eu me senti abraçado por quem eu queria abraçar e não podia naquele momento, seja pela distância, seja pelo tempo, seja pelo que já virou passado.

Reconhecer o carinho de alunos e ex-alunos foi algo que mexeu comigo. Ler mensagens de carinho de quem eu de alguma forma tentei ajudar e perceber que estas pessoas ainda possuem algum carinho por mim foi algo emocionante. Descobrir que muitos deles cresceram e se tornaram adultos felizes com suas escolhas, responsáveis por seus atos e atuantes nesse mundo. E é justamente essa gente que ainda se lembra de mim (tá certo que o facebook ajuda a lembrar da data) e perde alguns minutos de sua vida para me mandar uma mensagem, mais ou menos elaborada.

Não só eles, pai, mãe, irmã, tios (um deles me cumprimentou uma semana antes…rs, valeu Tio), primos, amigos. Gente que me faz bem. Gente que cada vez mais faz sorrisos chegarem ao meu rosto. Claro que hoje eu tenho um sorriso especial, cerejeira em flor que me faz sentir tão leve, mas é essa gente que é minha gente que me faz feliz. E então cairam a segunda e a terceira lágrimas do dia.

Nunca tive um aniversário tão feliz. No fundo não me lembro de uma fase tão feliz em minha vida. Não nos últimos anos pelo menos. Dizem que o aniversário é recomeço e meu recomeço veio alguns dias antes, com cheiro de chuva e terra molhada. Cheio da água que lavou toda a dor que senti nos últimos anos. A água que levou todas as lágrimas ruins , deixando só as de alegria que agora marcam o meu rosto.

Por isso eu só agradeço a quem me parabenizou, agradeço a quem de alguma forma me transmitiu um pouco do seu carinho e digo que desejo a você a mesma felicidade que estou sentindo agora.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.